Ortodontia

OrtodontiaA Ortodontia é uma especialidade da Medicina Dentária que corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada.

A má oclusão e não correção leva à dificuldade na higienização dos dentes, bem como à deterioração dos tecidos circundantes, originando gengivites e periodontites.

Também causam um stress adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça, pescoço, dos ombros, costas e síndrome da ATM.

O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável funcionalmente, e proporciona uma aparência mais agradável.

Na rident.) recomendamos que todas as crianças façam uma avaliação ortodôntica a partir dos 6 anos. Alguns tratamentos podem até começar antes, depende de cada caso. Existem aparelhos de uso muito precoce que orientam o bom desenvolvimento da arcada dentária, o posicionamento da língua e a eliminação de hábitos parafuncionais (uso de chucha, de biberão, sucção de dedo.
Quanto mais precoce for o tratamento, melhores serão os resultados e poder-se-á evitar o uso de um aparelho fixo no futuro.

A colocação do aparelho fixo não provoca dor, porque o aparelho é colado sobre os dentes. Depois de serem colocados ou ajustados provocam um ligeiro desconforto, que ao fim da primeira semana desaparece quase na totalidade.

Existem diversos tipos de aparelhos ortodônticos:

Ortodontia Fixa Convencional
Este aparelho é composto por pequenas peças metálicas chamadas braquetes, coladas aos dentes ou presas através de bandas. Os braquetes são ligados uns aos outros por meio de um fio metálico denominado arco ortodôntico. Este tipo de aparelho é o mais comum, o mais fácil para o ortodontista manipular. Este apresenta grande eficiência no tratamento da maioria dos problemas de mau posicionamento dentário.
Ortodontia Fixa com Braquetes Cerâmicos
Este tipo de aparelho apresenta os mesmos braquetes do anterior, porém feitos de cerâmica (material da cor dos dentes), o que os torna mais estéticos. O custo é superior ao anterior e o tempo de tratamento é um pouco maior, devido à fragilidade dos braquetes e à falta de algumas características biomecânicas, deixando o movimento dentário um pouco mais lento. É indicado para pacientes que querem ter um tratamento estético relativamente à ortodontia fixa convencional.
Ortodontia Fixa Lingual
Na ortodontia lingual os braquetes são colados por trás dos dentes. Deste modo, ela é completamente invisível e estética. A adaptação a este aparelho é boa e dura cerca de 20 dias. Inicialmente, os pacientes apresentam algum incómodo na língua e na fala, o que é rapidamente superado na maioria dos casos. Este tipo de aparelho é indicado para pessoas que não podem ser vistas com um aparelho ortodôntico, como, por exemplo, modelos, artistas, políticos e pessoas públicas. Por ser um tratamento mais complexo, tem um custo mais elevado.
Ortodontia Removível
Este tipo de aparelho é utilizado para pequenos movimentos dentários, mas sobretudo para modificações no crescimento dos maxilares, e como aparelho de contenção. O seu custo é relativamente baixo.
Aparelhos de Tração ExtraOral
São utilizados quando se deseja movimentar a maxila para trás, em pacientes em crescimento.

Máscara Facial
Este aparelho é utilizado quando se deseja puxar a maxila para a frente, em pacientes em crescimento.
Disjuntor Palatino
Este aparelho é utilizado para produzir uma expansão óssea da arcada superior, com a finalidade de conseguir espaços para os dentes e/ou correção de mordida cruzada.

A placa bacteriana fica facilmente retida dentro e ao redor dos aparelhos fixos, assim deve ser de ser feita uma higiene rigorosa, que implica o uso de escova, fio dentário, escovilhão, dentífrico e elixir adequados.

Os micro-implantes ortodônticos são dispositivos utilizados na obtenção de uma ancoragem esquelética intra-oral, apresentando simplicidade na técnica de instalação e remoção, baixo risco cirúrgico, boa aceitação por parte dos pacientes, ampla possibilidade de localização, redução do tempo de tratamento ortodôntico e maior controlo sobre o mesmo.

Conheça aqui alguns casos clínicos de intervenções na rident.)