Endodontia

EndodontiaA endodontia é a área da medicina dentária que se dedica ao tratamento de patologias da polpa dentária. A polpa dentária encontra-se no interior do dente e é vulgarmente designada como “nervo”.

A agressão da polpa dentária provocada por traumatismos, fracturas ou cáries profundas provoca dor espontânea, sensibilidade prolongada ao frio e/ou calor, desconforto à mastigação e ao toque e abcessos ou fístulas.

O tratamento endodôntico (desvitalização) consiste na remoção da polpa dentária permitindo eliminar a patologia e restituir, com a posterior reconstrução do dente, a função do mesmo.

O tratamento endodôntico na rident.) realiza-se por sessões que incluem a remoção do tecido pulpar e a desinfecção e obturação dos canais radiculares. O tratamento é efectuado sob anestesia local (e por isso é indolor) e com recurso a instrumental adequado (manual e mecanizado).

Os dentes endodonciados podem durar uma vida inteira com os cuidados adequados. No entanto, não podemos esquecer que os dentes sujeitos  a este tratamento não ficam imunes ao surgimento de novas cáries. Para além disso estes dentes podem tornar-se mais frágeis e mais susceptiveis a fracturas. Este é um factor a ter em conta na decisão de reabilitar o dente endodonciado com uma coroa ou fazer uma restauração.

O retratamento é um novo tratamento endodôntico que deve ser considerado aquando de um fracasso a um tratamendo endodôntico prévio. O material de obturação é removido dos canais dentários e procede-se à desinfecção dos mesmos com a finalidade de restituir a função do dente.